Análise das interações monitores-alunos em uma atividade experimental planejada em conjunto por professores da educação básica e licenciandos em física.

Autores: Marcus Vinicius de Almeida, João Ricardo Neves da Silva.

Resumo: Neste artigo apresentamos a construção conjunta de conteúdos de física básica com base nas interações discursivas entre monitor e aluno, por meio da analise de gravações feitas em uma atividade experimental realizada em um laboratório didático de física I. A análise foi realizada com ênfase nas interações discursivas entre monitores e alunos, destacando quais foram as palavras, termos, analogias ou figuras de linguagem escolhidas pelos monitores, que possibilitaram que os alunos envolvidos compreendessem um determinado assunto de maneira correta. Os referenciais da pesquisa englobam aspectos da interação discursiva com base nas premissas do uso da linguagem elencadas por Bakhtin e seus interpretadores. Os resultados mostram como se consolidou o processo de formação de conceitos sobre aceleração gravitacional, massa e peso por meio da interação entre os monitores e os alunos em uma atividade experimental previamente planejada. Concluímos que é extremamente importante que haja uma preparação mais contundente dos monitores sobre o assunto principal desta pesquisa, tendo em vista que a maioria desconhece o que são interações discursivas, e também possuem um pequeno repertório de analogias e figuras de linguagem para facilitar o entendimento do assunto abordado, o que pode ser justificado pelo fato que todos os monitores ainda são alunos do curso de física licenciatura. Notamos também a importância que a interação discursiva tem na formação dos futuros licenciados.

Palavras Chave: Interação discursiva, monitores, licenciandos

Evento: XXII Simpósio Nacional de Ensino de Física – SNEF 2017.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Leituras